Ministério da Saúde estima número de acidentes seis vezes maior que o da Previdência

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ministério da Saúde estima número de acidentes seis vezes maior que o da Previdência

Mensagem por Admin em Qua Ago 26 2015, 12:25

A PNS 2013 (Pesquisa Nacional de Saúde), divulgada no dia 2 de junho pelo Ministério da Saúde, apresentou dados diferenciados sobre os acidentes de trabalho ocorridos no Brasil. Pela primeira vez, o levantamento incluiu perguntas relativas a agravos no ambiente de trabalho e o resultado é surpreendente. No ano de 2013, 4,9 milhões de pessoas com 18 anos ou mais de idade teriam se envolvido em acidente de trabalho, segundo a projeção que o Ministério da Saúde realizou em parceria com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, IBGE e Fiocruz. Pelas contas do AEPS (Anuário Estatístico da Previdência Social) nesse mesmo ano, o país registrava 717.911 acidentes de trabalho. Não foram investigados na pesquisa do Ministério da Saúde os números de acidentes fatais.

A PNS 2013 também estima que 1,6 milhão de pessoas com 18 anos ou mais de idade deixaram de realizar quaisquer de suas atividades habituais devido a acidente de trabalho (não incluído o acidente de trânsito), 613 mil tiveram sequela e/ou incapacidade e 284 mil precisaram ser internadas. Os números de acidentes de trajeto também foram apurados na pesquisa e calcula-se que 1,4 milhão de pessoas com 18 anos ou mais sofreram acidente de trânsito com lesões corporais quando estavam indo ou voltando do trabalho. As únicas estatísticas oficiais disponíveis até então, fornecidas pela Previdência, contabilizavam 111.601 acidentes de trajeto em 2013.

POLÍTICAS DE SAÚDE
O levantamento do Ministério da Saúde é amplo e apresenta informações sobre acesso e utilização dos serviços de saúde, acidentes e violências no Brasil, grandes regiões e unidades da federação. O objetivo foi ampliar o conhecimento sobre as características de saúde da população brasileira para auxiliar na formulação, acompanhamento e avaliação de políticas públicas.

Segundo Flavia Vinhaes Santos, pesquisadora do IBGE, a inclusão de perguntas sobre acidentes de trabalho se deu pela necessidade do Ministério de ampliar a investigação sobre acidentes e violências em geral. "Era uma demanda da sociedade devido à carência de informações nessa área. A pesquisa é importante porque traça um panorama da saúde no país, incluindo os acidentes de trabalho, mas ainda não temos uma série histórica para comparar os indicadores", esclarece.

Uma nova edição da PNS deverá ocorrer em 2018, e as seguintes, em intervalos regulares de cinco anos. Vale lembrar que a Previdência divulga anualmente estatísticas de acidentes de trabalho, embora se restrinja ao universo de trabalhadores celetistas, temporários, avulsos, entre outros, e exclua os informais, domésticos informais, autônomos, empregadores, militares e estatutários.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Admin
Admin

Mensagens : 76
Data de inscrição : 04/08/2015

Ver perfil do usuário http://tstunidos.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum